Ao navegar na internet, uma das maiores preocupações dos usuários é em relação à segurança. Pensando nisso, o Google tomou algumas novas medidas de segurança para o Google Chrome.

Com essas medidas, sites que não tem um comportamento muito sério ou aqueles que são suspeitos, serão bloqueados através do browser, assim a garantia de segurança para o usuário, no momento da navegação, é muito maior.

Outros sites que  irão sofrer com as mudanças de segurança são aqueles que redirecionam para outro site assim que o usuário o acessa, fazendo isto de uma forma que o usuário não tem escolha senão esperar abrir a outra página para depois fechar.

Depois das medidas de segurança, sites que tiverem esse comportamento serão bloqueados e aparecerá para o usuário uma barra de informação onde ele terá que decidir se aceita abrir o redirecionamento ou não. Isso irá acontecer no Chrome 64.

Para o Chrome 65 vai acontecer quase a mesma coisa, mas será com sites que redirecionam o conteúdo da página principal para outra página, enquanto o usuário abre uma nova página em uma nova aba.

Neste caso, da mesma forma que no Chrome 64, no 65 vai aparecer uma barra onde o usuário terá que escolher se aceita ou não o redirecionamento.

Essas medidas de segurança já começam a valer a partir das próximas versões do navegador Chrome.

 

Recurso de segurança do Google Chrome para desktop

Com a nova versão do Chrome para desktop, as medidas de segurança serão maiores em relação à navegação dos usuários.

Há algum tempo o Google vem pressionando para o uso do protocolo HTTPS nos sites. Na nova versão, a empresa vai aumentar os avisos quando a navegação puder não estar segura para o usuário.

Aqueles sites que pedem informações pessoais, como número de cartões e número de documentos, o Chrome irá mostrar um aviso com a informação de que o site não é seguro. Isso já acontece, mas agora irá aparecer esse aviso em guias anônimas também.

 

Recurso de segurança do Google Chrome para Windows

A atualização de segurança do Chrome para o Windows é em relação à navegação segura, onde é possível eliminar ameaças que podem interferir no browser, sem que o usuário perceba o que está acontecendo. Será quase como se o Chrome ficasse quase igual a um antivírus.

Esse recurso é chamado de Chrome Cleanup e existe há um tempo, mas agora está ainda mais seguro. Já que ele consegue remover softwares mal intencionados apenas com o aperto de um botão. Além disso, ele avisa quando as configurações do navegador são modificadas sem que o usuário saiba.

Mas é importante deixar claro que, mesmo que pareça que o navegador funcione como uma espécie de antivírus, ele não elimina a necessidade de ter um software próprio de antivírus.

Até porque ele não elimina os vírus do computador caso ele tenha sido infectado. Ele funciona apenas dentro do próprio navegador, protegendo apenas o que pode parecer perigoso aos termos de segurança do Google.

Lembrando: não deixe de fazer o teste de velocidade da internet, assim você vai saber se está recebendo a velocidade que contratou de seu provedor.